Sobre as vacinas contra a COVID-19

O conteúdo a seguir foi elaborado para este site por médicos e especialistas em saúde pública com base em informações do governo canadense e outras fontes científicas e médicas. A intenção não é substituir o aconselhamento médico. Procure sempre um/a profissional de saúde qualificado/a caso tenha perguntas sobre a vacina contra a COVID-19.

Vacinar-se contra a COVID-19 pode protegê-lo de ficar doente ou morrer por causa da doença. Além disso, para impedir a disseminação da COVID-19 no Canadá, é preciso que um número suficiente de canadenses tome a vacina para impedir a transmissão comunitária do vírus.

Mesmo que uma pessoa não morra após contrair a COVID-19, ela pode ter uma série de complicações de longo prazo, incluindo perda de memória, fadiga, dificuldades respiratórias sem explicação e comprometimento dos pulmões ou coração.

Se um número suficiente de pessoas tiver imunidade, é menos provável que o vírus se espalhe. Se um número suficiente de pessoas tiver imunidade, é menos provável que o vírus se espalhe. Precisamos vacinar pelo menos 75% da população para alcançar a imunidade coletiva e retornar à nossa vida diária, reabrir as empresas, e poder ver e abraçar as pessoas que amamos uma vez mais.

Não. Todas as vacinas contra a COVID-19 são gratuitas.

Em meados de junho, o Comitê Consultivo Nacional de Imunização (National Advisory Committee on Immunization – NACI) atualizou suas recomendações sobre a permutabilidade das vacinas contra a COVID-19 para a segunda dose. Uma vacina de mRNA agora é preferida como segunda dose para pessoas que receberam a primeira dose da AstraZeneca, com base no surgimento de evidências de uma possível melhor resposta imunológica dessa combinação de vacinas.

Se recebeu uma vacina de mRNA (Pfizer-BioNTech ou Moderna) como primeira dose, será oferecida a você uma vacina de mRNA como segunda dose. É preferível receber o mesmo tipo de vacina que você recebeu na primeira vez, a não ser que ela não esteja prontamente disponível ou não seja conhecida; nesse caso, não há problemas em receber o outro tipo de vacina de mRNA. Ambas são igualmente seguras e eficazes.

Se recebeu a AstraZeneca como primeira dose, você pode optar por receber a AstraZeneca como segunda dose, mas o NACI agora recomenda tomar uma vacina de mRNA para a segunda dose.

Todas as vacinas aprovadas para uso no Canadá reduzem as chances de você ser internado ou ter complicações graves de forma igualmente eficaz, e todas têm eficácia próxima de 100% na prevenção da morte por COVID-19.

O ponto importante é que você não deve esperar para ser vacinado com duas doses para ter proteção total. Estão surgindo novas variantes de vírus, causando mais casos, internações e mortes, e a vacinação em massa é a única forma de interromper este ciclo.

Seguem abaixo as taxas de eficácia segundo a Health Canada e dados de ensaios clínicos envolvendo dezenas de milhares de pessoas que receberam as vacinas:

Pfizer-BioNTech: 95% de eficácia após duas doses

Fonte: https://www.canada.ca/en/health-canada/services/drugs-health-products/covid19-industry/drugs-vaccines-treatments/vaccines/pfizer-biontech.html

Moderna: 94% de eficácia após duas doses

Fonte: https://www.canada.ca/en/health-canada/services/drugs-health-products/covid19-industry/drugs-vaccines-treatments/vaccines/moderna.html

AstraZeneca: 62% de eficácia após duas doses (79% em estudos na América do Norte/Sul)
Dados da vida real mostram que a vacina da AZ tem eficácia de 80-90% na prevenção de internações.

Fonte:https://www.canada.ca/en/health-canada/services/drugs-health-products/covid19-industry/drugs-vaccines-treatments/vaccines/astrazeneca.html

Johnson & Johnson: eficácia de 66% após uma dose. Dados da vida real mostram que a vacina da J&J tem mais de >90% de eficácia na prevenção de doenças graves e internações.

Fonte:https://www.canada.ca/en/health-canada/services/drugs-health-products/covid19-industry/drugs-vaccines-treatments/vaccines/janssen.html

Todas as quatro vacinas são altamente eficazes na prevenção de infeções graves, internações e mortes por COVID-19.

Varia dependendo da vacina e da variante.

Todas as vacinas contra a COVID-19 previnem a ocorrência de infecções graves ou morte para todas as variantes atualmente em circulação no Canadá.

Embora as vacinas tenham mostrado menor eficácia contra certas cepas, os fabricantes estão produzindo novas versões que funcionem melhor contra essas novas variantes. Dessa forma, é provável que receba doses de reforço que são eficazes contra variantes nos próximos meses ou anos.

No caso das vacinas da Pfizer-BioNTech, Moderna e AstraZeneca, é preciso tomar duas doses porque a primeira dose “prepara” a resposta imunológica do seu corpo: isto é, ele aprende a produzir anticorpos para combater a COVID-19. A segunda dose “aumenta” esta resposta para que sua imunidade seja mais forte e duradoura. É preciso tomar as duas doses para ter imunidade total.

A vacina da Johnson & Johnson foi testada e demonstrou-se que pode proteger as pessoas e imunizar com uma única dose.

Pfizer-BioNTech e Moderna: vacinas de mRNA.

Um pequeno pedaço do mRNA que produz a proteína spike da COVID-19 entra nas suas células e “ensina” o seu corpo a produzir anticorpos contra o vírus da COVID-19. O mRNA é destruído em poucas horas, deixando as instruções em suas células.

AstraZeneca e J&J: vacinas de vetores virais.

Essas vacinas usam um vírus inofensivo (como o do resfriado comum) que foi enfraquecido e depois recebeu a proteína spike do vírus da COVID-19. Depois disso, ocorre o mesmo processo das vacinas de mRNA: elas fazem com que nosso corpo produza anticorpos e ativa outras células do sistema imunológico.

Nenhuma dessas vacinas interage com o DNA ou o altera de qualquer forma!

Nenhuma vacina contém o vírus da COVID-19 vivo.

Todas as vacinas apresentam efeitos colaterais semelhantes: dor no local da injeção, cansaço, febre ou sintomas semelhantes aos da gripe, dor de cabeça e dores leves nos músculos/articulações.

A Health Canada aprovou para uso no Canadá as vacinas contra a COVID-19 da Pfizer-BioNTech, Moderna, AstraZeneca e Janssen (Johnson & Johnson).

Não. Nenhuma vacina afeta os resultados de um teste de COVID-19, incluindo a vacina contra a COVID-19, pois não é uma vacina de vírus ativado.